Feedback Sanduíche

Um feedback quando corretamente aplicado, irá gerar um efeito incrível. Voce estará estimulando a pessoa a:

  • Perceber e aceitar coisas que ela não estava percebendo;
  • Sentir-se encorajada a encontrar soluções e a melhorar;
  • Assumir responsabilidade por suas ações e adotar uma postura proactiva;
  • Ressignificar experiencias, ou seja, rever, repensar e reestruturar sua interpretação dos fatos, atribuindo um novo significado a eles, capaz de apontar caminhos mais produtivos e enriquecedores. Isso é fundamental para que o aprendizado possa ocorrer.

O feedback sanduíche é usado quando alguém apresenta um bom desempenho, mas com pontos a serem melhorados. Esse feedback segue três etapas:

  • Destacar os pontos positivos;
  • Mostrar os aspectos a serem melhorados;
  • Concluir com palavras de encorajamento;

Veja como funciona:

“Seu texto está muito bom! Na próxima vez seu desafio será amarrar melhor a conclusão. Gostei de ver. Bom trabalho!”

  • Você começa destacando algo positivo para mostrar que você reconhece o que a pessoa fez de positivo;
  • Depois, indica os pontos a serem melhorados de modo específico e objetivo;
  • E finaliza com palavras de encorajamento para reforçar a motivação;

Só que ainda está faltando um “tempero” nesse sanduíche – um segredo fundamental do bom feedback.

Preste atenção. Nunca utilize as expressões “mas”, “porém” ou “só que…” depois de destacar os pontos positivos de alguém. Jamais diga algo como: “Gostei do seu trabalho, mas tem um problema…”. Sabe porquê? Expressões como essas simplesmente anulam o que você disse antes. Pense numa ocasião em que alguém lhe disse “sim, mas…”e lembre-se de como você se sentiu. Essas expressões causam a sensação de que o que foi dito antes não era sincero. Era apenas uma forma de introduzir uma crítica. Acontece que o feedback é sincero – do contrário, jamais funcionaria. E é muito importante que a outra pessoa sinta isso. Só assim o feedback será bem recebido.

Portanto, o feedback não deve ser uma crítica, não deve humilhar ou envergonhar nem colocar as pessoas na defensiva. Ele deve promover o aumento da perceção, encorajar, estimular o aprendizado e melhorar a performance.

Aproveite para ler os outros artigos sobre feedback aqui no meu site: “Feedback Corretivo” e “Feedback nosso de cada dia.


Como você tem utilizado o feedback?
Quais experiências poderia partilhar comigo?
Adoraria receber seu relato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *